Proposta editorial



A autopublicação tornou-se uma opção pessoal e necessária, ainda que circunstancial, talvez pela dificuldade de conviver com grandes estruturas organizacionais, talvez por não atender aos interesses das grandes editoras... 
Após algumas tentativas de envio de originais, entendo que as editoras importantes estejam muito ocupadas com os seus negócios, que há muita mais oferta do que procura neste campo...
Felizmente, o momento é favorável à autopublicação. Agora, ao menos, há a opção de tiragens pequenas, para públicos próximos, e a chance de acessar outros leitores via internet, se for merecido... 
Não pretendo ser lido pelo mundo todo, é claro, mas quero dar presença às minhas palavras. 
Aqui e agora, e, se possível, alhures e além... 

O caminho imediato é a publicação em papel, pela intimidade do contato com o livro e pela facilidade da publicação por demanda. Creio que a publicação virtual se imporá ao editor (e ao leitor), que já há estruturas montadas e é difícil escapulir delas. Assim, algumas publicações da Guina &dita logo deverão estar nas melhores casas virtuais do ramo...

Eu mesmo, acumulando projetos, tenho meia dúzia de obras literárias e fotoliterárias na gaveta digital. É hora (aos poucos, é claro...) de desentocá-las: que existam na condição de produto literário, e que tenham vida própria! 

Guina &dita é um meio de publicar trabalhos meus (e até de amigos).  
Guina &dita é uma ação (de publicação) entre amigos.




Nenhum comentário:

Postar um comentário